O QUE VOCÊ PROCURA? pesquise aqui.

sexta-feira, 8 de março de 2013

O QUE CHAMAMOS DE “REALIDADE FÍSICA” NÃO SERIA MELHOR CHAMARMOS DE ILUSÃO?

Platão, grande filósofo grego, dizia há cerca de 400 anos antes de Cristo, que a nossa realidade era uma projeção imperfeita de uma REALIDADE PERFEITA, PURA, a verdadeira fonte geradora da nossa realidade. A filosofia Hinduísta fala que a nossa realidade é MAYA (ilusão). Em Hebreus 11:3 temos estes profundos dizeres: “O que pode ser visto não foi feito do que é visível”.

Vejamos o que os grandes físicos trazem para a gente a respeito do assunto. Einstein (prêmio Nobel de física) diz que a realidade é uma ilusão, apesar de ser uma ilusão bastante persistente. Niels Bohr (prêmio Nobel de física) declarou que o que aceitamos como real se baseia no IRREAL. Werner Heisenberg (prêmio Nobel de física) em seu discurso ao receber o prêmio Nobel em 1932 concluiu que o átomo “não tem absolutamente PROPRIEDADES FÍSICAS DIRETAS OU IMEDIATAS”. Erwin Schroedinger (prêmio Nobel de física) disse: “O que observamos como corpos materiais e forças nada mais são que formas e variações na estrutura do espaço”. Paul Dirac (prêmio Nobel de física) falou que a nossa realidade física é gerada, e sustentada, por UM OCEANO DE ENERGIA INVISÍVEL e David Bohm, um dos importantes físicos do século XX, se convenceu de que a nossa realidade, que ele chamava de Ordem Explícita, é criada e sustentada por uma Ordem mais Profunda que ele chamava de ORDEM IMPLÍCITA.

O novo paradigma trazido pela física a partir do século XX está nos revelando que a nossa “realidade”, o que entendemos como “realidade física”, não passa de uma sombra, uma projeção, da REALIDADE VERDADEIRA. Temos de estar plenamente conscientes de que a VERDADEIRA REALIDADE está oculta, “escondida”, da gente. Como disse Krishnamurti (filósofo indiano) “a REALIDADE está escondida de nós, MAS ESTÁ EM TODA PARTE ESPERANDO PARA SER PERCEBIDA”. 

Teria então o grande poeta e dramaturgo inglês William Shakespeare se equivocado ao dizer “QUE HÁ MUITO MAIS ENTRE O CÉU E A TERRA do que supõe a nossa vã filosofia? É tolice admitir a possível existência da REALIDADE ESPIRITUAL como outra forma da REALIDADE FÍSICA MAIOR se manifestar?  O grande psicólogo e filósofo do final do século XIX e começo do século XX William James fez a sensacional e profunda afirmação: “Em toda nossa volta há INFINITOS MUNDOS (REALIDADES PARALELAS, UNIVERSOS PARALELOS) , separados pelos mais tênues véus”.


Vamos nos lembrar de novo de Einstein quando disse que " Deus é sútil mas não é malicioso". Com "Deus é sútil", entendemos que Deus não nos revela as coisas, A VERDADE, A REALIDADE, de forma fácil. Com "não é malicioso", entendemos que Deus não coloca as coisas, A VERDADE, onde nós não podemos alcançar.

DAURO MENDES



Por favor compartilhem, cliquem nos ícones do Facebook, Orkut, G+ e Twitter abaixo: