O QUE VOCÊ PROCURA? pesquise aqui.

quinta-feira, 20 de junho de 2013

ESPECULANDO.....QUAIS OS FENÔMENOS PODERIAM ESTAR POR TRÁS DOS “MILAGRES” REALIZADOS POR JESUS CRISTO? COMO A FÍSICA MODERNA PODE NOS AJUDAR A COMPREENDER ISSO?




“A física mais impressionante acontece no invisível” (Murray Gell-Man, prêmio Nobel de física)

Podemos (e devemos) fazer especulações legítimas, são elas que muitas vezes fazem o conhecimento avançar, especulações  que o grande filósofo da ciência Erwin Laszlo chamava de fábula científica que é a legítima especulação com os pés no melhor da ciência, fazer uma especulação legítima que tem fundamentos e sua razão de ser na ciência. Não podemos nos esquecer do que falou Niels Bohr, um dos principais autores da Física Quântica e prêmio Nobel de física, sobre a metafísica, legitimando-a, que é uma das legítimas formas de se especular:

"O prefixo (META) apenas sugere que estamos fazendo outras perguntas, relacionadas aos fundamentos de uma dada disciplina; PORQUE NÃO PODERÍAMOS PERGUNTAR SOBRE O QUE ESTÁ ALÉM DA FÍSICA?".

 Werner Heisenberg traz mais ainda: “Os positivistas têm uma solução simples: o mundo deve ser dividido em o que podemos dizer de forma clara e o resto, sobre o que é melhor passar em silêncio. Mas pode alguém conceber uma filosofia mais inútil, visto que o que podemos dizer claramente equivale a quase nada? Se nos omitirmos sobre tudo que não é claro nós provavelmente ficaríamos com tautologias completamente desinteressantes e banais." (Werner Heisenberg prêmio Nobel de física e um dos principais construtores da Mecânica Quântica, contribuição do Marco Paulo).

 Seguem algumas possíveis teorias da física que poderiam nos ajudar a entender alguns "milagres" de Jesus. Não estou aqui dizendo, afirmando, que foi assim que se deu os “milagres”, que foi assim que o Cristo os produziu, mas estou fazendo aqui apenas legítimas especulações fundamentadas no melhor da física moderna, usando o conhecimento que a física já nos deu para fazer especulações sobre o que poderia estar por trás desses “milagres”, como Jesus poderia tê-los produzidos, usando o que a física nos ensina, pelo menos como analogia, para tentarmos entender como esses fenômenos podem ter ocorrido.

Através da física clássica, que vai até o final do séc. XIX, seria impossível explicar esses tipos de eventos. Mas com a física moderna a coisa já fica muito diferente, e graças a Deus.

O que a física nos mostra hoje é que existe um oceano de energia no espaço-tempo e no tecido do espaço-tempo (que é também uma substância, um tipo de energia), como por exemplo um oceano de partículas virtuais surgindo em nosso universo e desaparecendo logo em seguida e também um oceano de fótons devido ao grande Campo Eletromagnético que os gera. Einstein nos mostrou que a energia (sempre quando eu usar a palavra energia aqui nesse texto, eu estarei me referindo a ALGO, a algum tipo de SUBSTÂNCIA, que, entre tantas outras coisas, tem a capacidade de produzir AÇÃO e de se transformar em outras coisas, em se apresentar de outras formas), então Einstein nos mostrou que a energia pode ser convertida em massa (matéria). Fica claro então que o Cristo, que a 4,5 bilhões de anos atrás já era um espírito de altíssima elevação o que implica em grande conhecimento científico, conseguiria tranquilamente utilizar este oceano de energia para converter uma mínima parte dele em matéria (pães e peixes).

Outra teoria que nos ajuda a compreender este tipo de fenômeno, de "milagre", é a gravitação quântica (ainda não estabelecida de todo, mas sendo um importante campo de investigação sobre a natureza que não se tornou, por enquanto, uma teoria majoritariamente aceita) que diz que podemos criar as partículas fundamentais que compõem a matéria à partir de configurações específicas do tecido do espaço-tempo. Assim o Cristo poderia manipular o tecido do espaço-tempo para criar matéria (pães e peixes). O grande físico Roger Penrose fala que as partículas podem ser estruturas, criadas, à partir de configurações específicas feitas com o tecido do espaço-tempo que aprisionando assim a luz, as formaria (são chamadas de twistores). A Teoria Quântica dos Campos fala que as partículas são oscilações específicas dos Campos Quânticos Relativísticos no universo, e Einstein falava que as partículas seriam condensações do tecido do espaço-tempo, como também ele falava que a matéria era energia condensada (André Luiz fala que a matéria é luz coagulada). Mais uma vez podemos ver que o Cristo poderia produzir oscilações específicas nos Campos Quânticos Relativísticos ou condensações do tecido do espaço-tempo, criando assim partículas, matéria, da forma que quisesse para fazer com elas o que quisesse. Alguém duvida que um espírito com bilhões de anos de conhecimento científico e de evolução teria essa capacidade? Nós com trezentos anos de ciência com "C" maiúsculo à partir de Newton (que também era ocultista) já estamos começando conseguir fazer isso ao começarmos entender como funciona os mecanismos que podem estar por trás desses fenômenos, quem poderá dizer que o Cristo não consegue?

Mais uma possível teoria, que pode nos trazer explicações, vem também da mecânica quântica que nos diz que as coisas existem em dois estados de existência, duas formas de existência: O estado de Superposição de Estados ( é como se o ente físico se transformasse em vários fantasmas que se espalhariam instantaneamente por toda parte do universo, ao mesmo tempo, é a chamada forma de existência POTENCIAL ) e o Estado Colapsado ( ou Redução do Vetor de Estado ), que surge após o colapso da Superposição de Estados e que é a forma de existência na qual as coisas se apresentam para nós como realidades objetivas definidas no nosso universo. Jesus poderia manipular as funções de onda quântica que regem e coordenam cada coisa no universo para criar, colapsar coisas, realidades objetivas, à partir do estado de existência potencial delas (estado de existência Potencial que Werner Heisenberg, prêmio Nobel de física e um dos principais pais da mecânica quântica, chamava de Potentia, como também assim o chamava o filósofo grego Aristóteles). Cada coisa que existe, inclusive o próprio universo, tem uma função de onda quântica associada a ela. O Cristo poderia agir, matematicamente, em cada função de onda associada a cada molécula ou na função de onda do sistema todo composto por todas as partículas que formaria cada pão e cada peixe, sistema que estaria no estado de existência potencial, e então provocar o colapso dessa função de onda criando assim as realidades objetivas e definidas ( pães e peixes ), da forma que Ele quisesse. Será que novamente alguém duvidaria da Sua capacidade científica e mental para fazer isso?

O projeto PEAR da Universidade de Princeton, a qual é uma das maiores instituições de pesquisa em física do mundo, dirigido pelo importante físico Robert Jahn há mais de 3 décadas, após mais de um milhão de experimentos, confirmou, como conclusão deles, a realidade da MENTE influenciar a matéria, fenômeno que eles chamam de INTENÇÃO. Se lembrarmos que a interpretação ainda majoritária da Mecânica Quântica nos revela que A OBSERVAÇÃO É QUE CRIA A REALIDADE FÍSICA; o que até o presente momento está exaustivamente confirmado teoricamente e experimentalmente, como por exemplo por experiências conduzidas por Anton Zeilinger, considerado um dos maiores físicos quânticos experimentais do mundo na atualidade, e também há algumas décadas, experiências realizadas por ele e por outros grandes experimentalistas as quais somadas ao teorema da incompatibilidade do prêmio Nobel de física de 2003 Anthony Leggett, teorema tão importante como o teorema de Bell do físico John Bell, os levaram a concluir que A REALIDADE FÍSICA NÃO É PRÉ-EXISTENTE E NEM EXISTE DE FORMA INDEPENDENTE DA OBSERVAÇÃO, ou seja, O REALISMO INGÊNUO É FALSO. Conclui-se então que a realidade física é criada pela observação, então certamente o Cristo poderia de alguma forma criar realidades físicas, pois a Mecânica Quântica nos mostra que a observação pode fazê-lo. Quero lembrar aqui que muitos grandes físicos foram além desta conclusão de que A OBSERVAÇÃO É QUEM CRIA A REALIDADE FÍSICA, e afirmaram que é A CONSCIÊNCIA QUEM CRIA A REALIDADE FÍSICA, dentre eles os prêmios Nobel de física Eugene Wigner e Brian Josephson, o gigante da física e da matemática que foi John Von Neumann, outro gigante da física que foi o famoso John Archibald Wheeler, o qual ainda nos diz que devemos trocar a palavra observador pela palavra PARTICIPANTE, ou seja, PARTICIPAMOS com as nossas mentes da criação da realidade física, segundo Wheeler, e lembramos aqui também de Freeman Dyson, um dos mais importantes físicos da segunda geração de mecânicos quânticos que disse que "A Mente dominar a matéria é UM PRINCÍPIO UNIVERSAL"; retomando aqui, se lembrarmos que a interpretação majoritária da física nos revela que A OBSERVAÇÃO CRIA A REALIDADE FÍSICA, então não fica difícil aceitarmos o fato da Mente agir sobre a matéria, isto não é mais um absurdo, não é mais um disparate, pelo contrário, passa a ter um possível fundamento dado pela mais importante área da física que é a Mecânica Quântica.

Einstein falou que "Deus é a Lei e o Legislador do universo". Como disse o nosso amigo Wilhelm Tapferpferd, "O fundamento de tudo é a Consciência Pura", o mesmo dito pelo prêmio Nobel de física, especialista em Mecânica Quântica, Brian Josephson, que disse que é O Espírito quem cria tudo. Deus age através de SUA LEI, e não através de mágica e de milagre, e nós somos agentes (somos co-criadores como nos disse André Luiz) dessa LEI MAIOR, nós através de nossas mentes, de nossas consciências, com os nossos pensamentos, ajudamos a colapsar os estados potenciais, damos contribuições mentais (lembrar que André Luiz disse que a mente emite energia mental, que o pensamento é um tipo de energia) a esse processo de criar a realidade física, contribuições que se somam às de outras tantas consciências e a partir daí, a Natureza, a LEI MAIOR DE DEUS, através de uma hierarquia descendente de LEIS; num processo chamado de causação descendente pelo físico Amit Goswami e de causalidade vertical descendente, pelo físico Wolfgang Smith; defini qual a realidade física mais conveniente surgirá como LAMPÊJO DE REALIDADE no nosso universo físico para o conjunto de consciências que fazem parte dele, ou de uma parte dele.

 Temos que lembrar que a mecânica quântica nos mostrou que a realidade objetiva é criada ou modificada no nosso universo através da observação, medição ou interação. Já vi um dos maiores físicos quânticos experimentais do mundo atualmente, Anton Zeilinger, o qual já mencionei, mostrar isso através de experiências em seu laboratório em Viena. Evidente fica que Jesus poderia fazer OBSERVAÇÕES OU MEDIÇÕES OU PROVOCAR INTERAÇÕES e criar assim a realidade objetiva que quisesse (pães e peixes ).

Também o princípio da incerteza de Werner Heisenberg, prêmio Nobel de física como foi dito acima e um dos principais pais da mecânica quântica, nos mostra que um oceano de energia formado por partículas "virtuais " constantemente está surgindo do "nada " no espaço-tempo. Jesus poderia muito bem, pegar esse tipo de matéria e energia e usá-la para formar, criar, e fazer os pães e os peixes e de alguma forma fazer algo, através do Seu conhecimento científico, para compensar esta energia que ficaria um pouco mais de tempo no nosso universo, para não violar o princípio da conservação da energia. Paul Dirac, prêmio Nobel de física, fala também da existência de um oceano de energia invisível que gera a nossa realidade, à partir do qual surge a nossa realidade, e David Bohm, outro gigante da física, diz coisa parecida (a Ordem Implícita, Profunda e invisível, gera a Ordem Explícita, que é a nossa).

Jesus poderia também provocar a decoerência controlando e dominando esse fenômeno que alguns físicos acreditam que seja o responsável por não vermos os fenômenos quânticos no mundo macroA decoerência, ou perda de coerência da função de onda associada a um sistema, ocorre quando o sistema em superposição vai se emaranhando com a sua complexa vizinhança formando assim um único sistema maior, o que faz com que a função de onda associada a esse novo sistema emaranhado se torne tão complexa que perde a coerência e daí colapsa, daí destroi a superposição de estados fazendo surgir uma única realidade definida no nível macroscópico. É a sabedoria das LEIS que agem e limitam os fenômenos quânticos, fazendo surgir uma única realidade física definida para adequar, "acalmar", a Realidade Física Maior à nossa capacidade de compreendê-la, de percebê-la e de observa-la, pois a nossa mente não tem ainda a capacidade de processamento consciente que a permita compreender uma superposição de realidades físicas e de perceber nela padrões de organização. Jesus então provocaria a decoerência e a controlaria dominando assim o fenômeno, o processo, e fazendo colapsar, surgir através da perda da coerência uma determinada realidade física específica através da manipulação e controle desse fenômeno, usando-o, comandando-o, para criar as realidades físicas específicas que Ele quisesse.

Para finalizar essa parte,  Jesus poderia ( ou espíritos em nome Dele) reunir elementos ectoplasmáticos de pessoas em algum lugar no mundo e de elementos da natureza, como nos mostra André Luiz em seus livros quando nos ensina sobre as materializações, e materializar os pães e os peixes, formá-los e estruturá-los com o ectoplasma que depois de usado para formar os pães e os peixes e alimentar as pessoas( lembrar que o que alimenta é a energia e não a matéria que é em boa parte excretada ficando alguma coisa dela, quando necessário, só para compor ou recompor alguns tecidos ), seria, pelo menos em grande parte, restituído à sua origem.

Alguns importantes físicos já dizem que é a informação quem cria a energia (energia aqui no sentido de uma SUBSTÂNCIA, de ALGO que existe, e que é capaz de produzir também ação física e de se transformar em outras coisas, em se apresentar de outras formas), a qual por sua vez cria a matéria, então consequentemente é a informação quem cria a matéria. Se eu consigo manipular e controlar a informação, eu então consigo manipular e controlar a matéria (que é uma das formas da energia se apresentar, volto a dizer, energia no sentido de uma substância, algo que possui existência e é capaz de produzir uma ação).

 Talvez, como possibilidade, essa fosse uma das formas que Jesus usava para ficar invisível, Ele manipulava e controlava a informação, e com isso controlava a matéria, pois como dizem alguns importantes físicos, a informação gera, cria, controla e mantém a matéria

 É a informação que cria a realidade física, segundo importantes físicos, se você a controla e manipula você pode certamente desaparecer a reaparecer em qualquer lugar e hora. Alguém duvida que Jesus poderia fazer isso, que a CIÊNCIA que ELE conhece o permitiria fazer isso e muito mais, (lembrando que o importante físico Michio Kaku disse que em 2100 nossos netos e bisnetos serão como deuses. Será possível mover objetos através da força do pensamento e materializá-los assim que necessário) alguém então duvida que o Cristo teria essa capacidade? Isso que o Michio Kaku falou é já para daqui a 87 anos, imaginem o poder mental e conhecimento científico que um Espírito como Jesus tem. Alguém tem dúvidas do que Ele possa fazer dominando e conhecendo Leis da Natureza que só começamos a conhecer e a compreender, e que já nos mostram o tanto de “mágica” e “milagres” que se pode fazer com elas, como nos revela os fantásticos fenômenos que a Mecânica Quântica e suas descobertas, leis, etc., nos revelam?

 Michio Kaku diz que em física o que não for proibido por lei, acontecerá, existirá, ocorrerá. Diz também que devido às descobertas da mecânica quântica tudo tem probabilidade finita de acontecer por mais absurdo e impossível que possa parecer. Então, como até onde sabemos os "milagres" do Cristo não são proibidos por nenhuma lei natural e como também devido às descobertas da mecânica quântica tudo tem probabilidade finita de acontecer por mais absurdo e impossível que possa parecer, concluímos que os "milagres" são no mínimo possíveis.

Repetindo o que eu disse anteriormente, Einstein falou que "Deus é a Lei e o Legislador do universo". Como disse o Wilhelm Tapferpferd, "O fundamento de tudo é a Consciência Pura", o mesmo dito pelo prêmio Nobel de física, especialista em Mecânica Quântica, Brian Josephson, que disse que é O Espírito quem cria tudo. Deus age através de SUA LEI, e não através de mágica e de milagre, e nós somos agentes (somos co-criadores como nos disse André Luiz) dessa LEI MAIOR, nós através de nossas mentes, de nossas consciências, com os nossos pensamentos, ajudamos a colapsar os estados potenciais, damos contribuições mentais (lembrar que André Luiz disse que a mente emite energia mental, que o pensamento é um tipo de energia) a esse processo de criar a realidade física, contribuições que se somam às de outras tantas consciências e a partir daí a Natureza, a LEI MAIOR DE DEUS, através de uma hierarquia descendente de LEIS; num processo chamado de causação descendente pelo físico Amit Goswami e de causalidade vertical descendente, pelo físico Wolfgang Smith; defini qual a realidade física mais conveniente surgirá como LAMPÊJO DE REALIDADE no nosso universo físico para o conjunto de consciências que fazem parte dele, ou de uma parte dele.
Alguém então tem dúvidas de que o Cristo possa CRIAR REALIDADES FÍSICAS com o poder mental e conhecimento científico que Ele tem, dominando e conhecendo as Leis da Natureza como Ele domina e conhece? Nós só não controlamos e dominamos essa nossa capacidade de criar realidades físicas de forma mais efetiva e criando o que nós queremos, ou seja, nós só não fazemos os "milagres" que Jesus fez como andar sobre as águas (Pedro foi tentar não teve fé e afundou), não movemos montanhas, não multiplicamos os pães e peixes, não transformamos água em vinho, não curamos os outros, não ressuscitamos Lázaro, porque como disse Jesus, nós não temos fé nem do tamanho de um grão de mostarda, não temos evolução espiritual, evolução moral e intelectual suficiente para termos esses poderes (imaginem um poder desses nas mãos de um Hitler). Para dominarmos o colapso da superposição de estados, da existência potencial, e criarmos o que quisermos, primeiro a LEI MAIOR tem que permitir, segundo temos que ter conhecimento e moral suficiente para dominarmos e controlarmos esses processos, temos que ser suficientemente evoluídos espiritualmente, e terceiro temos que ter fé pelo menos do tamanho de um grão de mostarda, temos que ter uma vontade férrea e determinada para conseguirmos lembrando que Jesus falou "Que a cada um segundo suas obras". Não podemos esquecer que Jesus nos disse também que " Tudo que Eu faço vós podeis fazer e muito mais" e " Vós sois deuses". Um dia faremos tudo que hoje Ele faz.

 Murray Gell-Man, prêmio Nobel de física, disse que a física mais impressionante acontece no invisível. Trago a seguir, breve lembrança da Física que, possivelmente, ocorre NO INVISÍVEL: Temos que nos lembrar que a física de hoje nos mostra que a maior parte das coisas, da ação, dos eventos, dos acontecimentos, acontecem e existem no invisível, como por exemplo citamos a existência da energia e da matéria escura que perfazem 96% do que existe no nosso universo e que nos são invisíveis; a questão hoje majoritariamente aceita pelos grandes físicos de que o nosso universo veio (foi gerado) de uma Realidade Física Maior anterior a ele, que nos é invisível; que também o nosso universo é gerado, criado e sustentado, pelo Vácuo Quântico, que nos é invisível; que existem duas formas de existência, a forma de Existência Potencial, a Superposição de Estados, que nos é invisível, e a forma colapsada da realidade física que entendemos como "a nossa realidade física"; a física nos fala que as partículas são expressões físicas, no nosso universo, dos Campos Quânticos relativísticos que são quem as geram e eles são completamente invisíveis para nós, o grande físico Henri Margenau, devido a tudo isso, chegou a dizer "que a física de hoje lida COM CAMPOS ABSOLUTAMENTE IMATEIRAIS". Citamos e lembramos também que a física cada vez mais fundamenta, teoricamente e experimentalmente, a possibilidade da existência de mais de três ou quatro tipos diferentes de universos paralelos, bem como a possível existência de mais dimensões físicas de espaço, todos eles invisíveis para nós; a física nos mostra que até o nosso próprio tecido do espaço-tempo é ALGO, é uma substância, apesar de ser invisível para nós, tecido de espaço-tempo no qual estamos imersos como peixes em um oceano de energias.

Tudo que citamos acima, são infindáveis fontes de energia, e algumas de informação (a qual hoje se acredita, pode criar a matéria, segundo muitos grandes físicos), de onde o Cristo poderia retirar, extrair, ou em alguns casos, até mesmo criar, a quantidade de energia que quisesse dessas fontes invisíveis, e transforma-la em matéria de acordo com a famosa equação E = mc2, de Einstein, fazendo então a multiplicação dos peixes e dos pães, e dessa forma e também de outras maneiras, fazer os milagres que bem entendesse e que achasse necessários. 

Torno a lembrar o que disse o grande físico Michio Kaku, que em física o que não for proibido por lei, acontecerá, existirá, ocorrerá. Ele disse também que devido às descobertas da mecânica quântica, tudo tem probabilidade finita de acontecer por mais absurdo e impossível que possa parecer. Concluímos então que os “Milagres” de Jesus têm fundamentos e não são acontecimentos, fenômenos, IMPOSSÍVEIS E ABSURDOS.

DAURO MENDES