O QUE VOCÊ PROCURA? pesquise aqui.

sábado, 23 de março de 2013

O CONCEITO DE MULTIVERSO, DA POSSÍVEL EXISTÊNCIA DE INFINITOS UNIVERSOS, ACABA COM A POSSIBILIDADE DA EXISTÊNCIA DE DEUS? OU FUNDAMENTA A EXISTÊNCIA DELE?

Muitos  físicos incomodados com o chamado ajuste fino das constantes físicas do universo e com a forma altamente organizada com que o universo surgiu no Big Bang (situações altamente improváveis de ocorrerem única e exclusivamente devida a um acaso), caminhando o universo à partir disto para a “desordem” devido à Segunda Lei da Termodinâmica, ficaram exultantes, extremamente felizes, quando viram ressurgir na década de 70 do século XX, com força e boa fundamentação a partir daí, o conceito de possível existência de universos paralelos, conceito este que está relativamente fundamentado por algumas das principais teorias da física como por exemplo a mecânica quântica, a teoria da relatividade geral, a teoria inflacionária e inflacionária caótica e a teoria das supercordas na versão da teoria M.

Por que estes físicos ficaram felizes com o fato da física fortalecer e começar a fundamentar a possibilidade da existência de uma infinidade de Universos Paralelos e o que isto tem a ver com DEUS?

Pelo simples fato de que existindo uma infinidade de universos paralelos, nós teríamos infinitos conjuntos, subconjuntos ou elementos de conjuntos, chamemos do que quisermos, de todo tipo de universo, teríamos infinitos conjuntos de universos organizados, teríamos infinitos conjuntos de universos desorganizados onde a desordem seria dominante, o que explicaria que em uma infinidade de tipos diferentes de universos, certamente mesmo devido ao acaso, nós encontraríamos infinitos universos organizados inclusive do tipo do nosso, então o nosso universo não seria uma criação especial planejada por ALGUÉM. Estas conclusões trouxeram muito conforto para o grupo de físicos ateus.

Mas, a solução  encontrada por estes físicos para riscarem DEUS do mapa, da equação da criação, O trouxeram de volta e se constituíram em mais um argumento a favor da existência DELE, DEUS. Devemos tudo ao conceito de INFINITO. Segundo os matemáticos e os físicos teóricos nos infinitos tudo necessariamente tem de existir desde a eternidade, se existem os infinitos universos desde a ETERNIDADE tudo obrigatoriamente tem de surgir e de existir, desde a eternidade, por mais absurdo e impossível que seja a coisa, tudo tem de ser criado pelos infinitos universos, tudo tem de surgir, inclusive DEUS seria criado, caso ELE não existisse da forma como os espiritualistas compreendem, que é na verdade “A COISA MAIS ABSURDA QUE PODE EXISTIR” para um ATEU. Complementando, DEUS, caso ELE não existisse, teria obrigatoriamente surgido, sido criado, pelos infinitos universos e como os infinitos universos criam tudo, estão sempre criando, por mais impossível e absurdo que seja a coisa, desde a eternidade, concluímos que mesmo neste modelo de entendimento DEUS teria que existir desde sempre com todos os SEUS ATRIBUTOS e CARACTERÍSTICAS nas quais acreditamos ou imaginamos que ELE tenha. Aguirre importante cosmólogo da Universidade da Califórnia bem como outros tantos físicos e matemáticos são taxativos ao afirmarem que OS INFINITOS UNIVERSOS CRIAM, GERAM, TUDO POR MAIS IMPROVÁVEL QUE A COISA SEJA, DELES TUDO SURGE, TUDO, QUALQUER COISA, OBRIGATORIAMENTE.

Lembremos também, como já escrevemos anteriormente, de que há argumentos, de que nossa ORDEM não pode surgir da DESORDEM. Ela possivelmente vem de UMA ORDEM anterior ao nosso universo, de UMA REALIDADE MAIOR anterior ao nosso universo,

Concluímos que DEUS tem de existir, possivelmente, de um jeito ou de outro, ou da forma como nós espiritualistas entendemos, acreditamos, ou então ELE seria uma criação dos infinitos universos E MESMO ASSIM, ELE existiria desde a eternidade, saindo de argumentos que cientistas ateus tentaram usar para provar que ELE não existe.

 DAURO MENDES

Por favor compartilhem, cliquem nos ícones do Facebook, Orkut, G+ e Twitter abaixo.